quinta-feira, 28 de julho de 2011

Clarice Lispector


Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.

***
O que importa afinal, viver ou saber que se está vivendo?

***

Escuta: eu te deixo ser, deixa-me ser então.



Nenhum comentário:

Postar um comentário