segunda-feira, 10 de outubro de 2011

As Brumas de Avalon 4 - O Prisioneiro da Arvore de Marion Zimmer Bradley

Acabei de ler o ultimo livro da serie As Brumas de Avalon e estou com aquela dor no peito que fica quando nos despedimos de lugares ou pessoas que muito amamos. Esse sentimento não é apenas porque o livro chegou ao fim, mas porque a historia de cada um doa personagens chegou ao fim.
Camelot assim como Avalon aos poucos perdeu-se nas brumas.Gwydion desafia o rei .Os templos da Deusa são derrubados e seus solos sagrados profanados.Apos gerações de paz, o reino de Arthur chega ao fim e a Bretanha esta de novo em guerra.As legiões de Camelot se acabam.Varias pessoas morrem fazendo oq ue acreditavam ser a vontade de seus Deus.Kevim é morto como traidor.Niniane morre por te se deixado levar pela influencia de seu amor.Vemos a manifestação da Deusa diante de todos.
No fim como, creio eu todo homem perto da morte, todos eles se voltam novamente para sua fé, para seu Deus.Morgana depois muito tempo acreditando que tudo estava perdido, que tudo acabara e que todos haviam falhado, percebe que a Deusa apenas tomou a forma que a humanindade era capaz de compreender no momento, mas que nunca abandonou nem abandoria seus filhos.O amor Deusa sempre abençoara, protegera e guiara seus filhos, apenas sua forma de se fazer presente havia mudado.Todos cumpriram sua missão e fizeram o que tinha de fazer.
Uma das partes que mais me emocionou foi o reencontro de Arthur com Morgana. Não apenas por ser um irmão reencontrando a irma depois de anos de sofrimento e ausência, mas porque reencontrando ela, ele reencontrou a mãe, a Deusa e seu amor e poe assim saber que havia cumprido seu dever e morrido em paz. Também me emocionei quando Morgana enfim percebe que a Deusa nunca abandora esse mundo.

"...E aqueles que precisam de um sinal neste mundo vê-lo-ão sempre."

Nenhum comentário:

Postar um comentário