domingo, 29 de abril de 2012

Enfim Livre

Finalmente me libertei
Me libertei das minhas decepções
Dos sonhos não concretizados
Dei ponto final as historias que estavam sem fim
Deixei as magoas irem embora
Me libertei de pre-conceitos
Parei finalmente de ver o copo meio vazio
Cortei as amarras que acabamos criando ao longo da vida
E finalmente sou capaz de seguir
De fechar os olhos e voar enquanto sinto o vento me acariciar
Hoje, finalmente sou livre

Livre de tudo que me atrasava e me fazia mal
Livre para achar meu paraíso, para enxerga-lo
Não é que eu não me preocupe com as consequência dos meus atos
Apenas parei de me preocupar com as consequências dos atos alheios
E de como os outros enxergam as consequências dos meus atos
Apenas sei o real peso das coisas e me livrei de pesos desnecessários
Me livrei de coisas sem sentido e serventia e guardei outras em seu devido lugar
E agora vejo as coisas com outros olhos
Agora sou capaz de seguir em direção a novos sonhos
Em direção a novas historias e a novas experiencias
E nunca mais ficarei pesada ao ponto de não poder voar
Porque agora eu aprendi que algumas coisas nós não precisamos levar para o resto da vida
E as que precisamos não pesam tanto quanto parecem.

Nina Rodrigues

2 comentários: