quarta-feira, 9 de maio de 2012

Mateus Lins

Olá pessoal. A entrevista de hoje é com o Mateus Lins, autor de O Reino de Mira.Adorei a entrevista. O Mateus além de simpático é muito intenso em suas emoções.

Como sempre, pedi ao Mateus para se apresentar :
"Olá a todos, sou Mateus Lins, autor de O Reino de Mira e hoje estou aqui por um honroso convite da Bruna Rodrigues, para poder contar a vocês, em uma entrevista, um pouco do meu trajeto literário e também sobre a história que envolve o meu livro. 
Nasci na madrugada chuvosa do dia 26 de abril de 1995, e durante toda a minha vida tive um apreço muito grande por histórias fantásticas, a ponto de um dia passar a escrever as minhas. Aos treze anos concluí meu primeiro livro e de lá para cá, vim o desenvolvendo e agindo em outros projetos. 
Faço parte da Acede7 (academia de letras do colégio 7 de Setembro), que é composta por estudantes, e desde minha entrada, sempre me esforço ao máximo em meu caminho literário. 
Atualmente estou cursando meu terceiro ano do ensino médio, com 17 anos."

A sinopse de O Reino de Mira nos deixa muito curiosos sobre a historia. Como tenho vista alguns autores comentarem que é difícil escrever uma sinopse legal e que chame a atenção para o livro, eu queria saber se você teve essa dificuldade
"Confesso que sim, nunca é fácil resumir toda a sua obra em três ou quatro parágrafos que devam despertar a atenção do leitor. Escrevi e reescrevi a minha umas três ou quatro vezes antes de propor uma oficial. "

Você concluiu seu primeiro livro aos 13 anos. O que te motivou a escrever?
Eu sempre gostei de escrever, era algo que me fazia bem, me proporcionava um momento de descontração ímpar. Comecei a fazer meus primeiros contos aos oito anos. Aos onze coloquei na cabeça que gostaria de trabalhar como escritor. E foi a partir daí que vieram as primeiras histórias e elas foram se desenvolvendo. Então, o que me motivou mesmo a escrever, foi a vontade de tentar criar algo novo e de produzir uma história que me agradasse, tendo como influência livros que ganhavam as telas de cinema, na época; Harry Potter era um deles."

O Reino de Mira possui uma trilha sonora? Se sim, qual é? Tenho o habito de criar uma enquanto leio um livro então sempre faço essa pergunta rsrs
"Por hora, ainda não. Até já cheguei a pensar na ideia e procurar algumas músicas, mas nunca cheguei a completar uma trilha. Houveram algumas músicas que me inspiraram a escrever o livro, e outras que escutei depois e associei ao mesmo. Quem sabe, com o passar do tempo, exista uma trilha para O Reino de Mira."

Você encontrou alguma dificuldade ao escrever?
"O Reino de Mira, não. O livro carregava uma história que foi se desenvolvendo aos meus olhos e me permitiu ir escrevendo-a todos os dias, eu gostava de estar na atmosfera que criei e traçar os destinos dos personagens e dos fatos. Foi uma experiência bem divertida, incrível até."

Tem algum autor ( ou autores ) que você goste muito?
"Vários. Gosto do modo como J.R.R. Tolkien, J.k. Rowling, C.S. Lewis e George R.R. Martin conduzem suas narrativas, criei apreço pelo modo como eles fazem as tramas abordadas em seus livros se desenvolverem. Além destes, posso citar, Raphael Draccon, Eduardo Spohr, Stephen King, Joe Hill, Machado de Assis e Lígia Fagundes Teles que me inspiraram bastante."

Você teve influência de algum autor na hora de decidir que gênero literario escrever?
"Sim, mas acredito que elas tenham vindo, em sua maioria, por parte de histórias e não exatamente de autores."

Seu livro de cabeceira
"No momento, A Torre Negra, de Stephen King."

Se inspirou em alguém para algum personagem de O Reino de Mira?
"Alguns personagens, sim. Mas a maioria têm características próprias que procurei moldar à personalidade de cada um deles."

Sou apaixonada por capas e a de O Reino de Mira é sensacional. Demorou muito para ficar pronta? Qual foi sua reação quando viu?
"Na verdade, não demorou muito. O André se dedicou bastante a ela. Minha reação foi sem dúvidas, a de surpresa. Fiquei estático por alguns momentos, apreciando o detalhe da capa e controlando meus dedos sobre o teclado que passaram a tremer constantemente." - Eu fiquei maravilhada quando vi *-*

O nome para o livro foi muito difícil de escolher?
"Estranhamente, o título foi uma das primeiras coisas em que vieram a minha mente. Quando pensei no reino e na princesa que se chamaria Mira, o nome do livro já estava vivo e pulsando entre as páginas em branco de meu caderno que seriam preenchidas com a história que bolava"

Uma frase que você nunca esqueceu?
"Não importa em quê, não importa o quando, acredite! - Raphael Draccon "

Para você escrever e um hobby ou pretende seguir como profissão?
"Um pouco dos dois, sei o quão difícil é viver como escritor, mas tenho sonhos altos e estou disposto a me dedicar a eles e seguir em frente para realizá-los. Então, aspiro esta profissão, mas sempre escreverei por prazer, acima de tudo."

Foi muito difícil conseguir uma editora?
"É sempre complicado encontrar uma editora que queira investir no autor nacional e torná-lo seu livro comercial, acredito que meu tempo de espera foi curto em comparação a de muitos outros autores, mas excelentemente proveitoso, estou muito feliz na casa em que estou, a Modo editora tem uma proposta fascinante e está abrindo as portas do mercado para novos talentos. Hoje não penso em outra editora para estar além dela."

Você já possui algum outro projeto?
"Sim, e quase concluído. Quem sabe, próximo ano, ele poderá estar na posição em que O Reino de Mira se encontra hoje. Mas até o momento, não falarei muito dele, tudo que afirmarei é que a história diverge um pouco do que o leitor presenciará em O Reino de Mira."

Escrever é um processo complicado às vezes. Empacamos em um trecho da historia,buscamos a tal da inspiração e ela não vem. Então eu gostaria de saber para você qual é o melhor ambiente para escrever,para buscar a inspiração quando ela se esvai.
"Bom, em relação a narrativa de Mira, eu, de fato, peregrinei entre diversos ambientes para escrevê-lo, sair de casa para buscar inspiração pode ser muito bom as vezes. Mas creio que o ambiente para melhor inspiração do autor é aquele que ele próprio se sinta bem, afinal todos nós temos gostos e pensamentos divergentes. Outra boa pedida é escutar uma música que te faça fluir ao escrever, ou ler coisas diferentes, assistir um filme que tenha um bom contexto."

Eu não poderia deixar de comentar sobre a promoção Desvende o Segredo de O Reino de Mira . Achei a ideia genial! A ideia foi sua ou do Andre? Se foi dele, o que você achou?
"A ideia foi dele, e eu a achei simplesmente, sensacional. Quando escutei os primeiros rumores a respeito dela já me entusiasmei para ver qual seria o feedback dos leitores e como funcionaria toda a interação deles."

Há alguém que você queira agradecer por ter te apoiado?
"Muitas pessoas. Sempre recebi apoio de várias vertentes e diversas pessoas. Agradeceria a cada uma das pessoas que acreditaram nesse sonho tanto quanto eu, aos meus familiares, aos amigos, a Beatriz Gosmin (que deu início a campanha de publicação do livro) e a todos os blogueiros que apoiaram esta ideia com excelentes postagens."

O que você tem a dizer para aqueles que também querem publicar um livro?
"Que se você tem isso como sonho e o almeja realizar todos os dias, não desista, insista e sempre busque aprimorar sua história, seja quanto ao contexto ou a escrita, mas sempre busque o aprimoramento. Ter perseverança e humildade são fatores que contam bastante. Arisque, e nunca deixe de acreditar no potencial que existe dentro de você."

E para aqueles que estão ansiosos com o lançamento de O Reino de Mira?
"Preparem-se para conhecer uma atmosfera recheada de possibilidades mágicas e conviver com Mira e Pedro durante uma jornada encantadora. Os leitores podem esperar de O Reino de Mira, um livro com tons de diversão, aventura, bastante magia, e surrealismo.
Espero que gostem de passar alguns dias neste reino tanto quanto eu gostei."


"PS: Gostaria bastante de agradecer a Bruna Rodrigues pelo espaço e oportunidade que me concebeu com esta entrevista. E também queria desejar a cada um de vocês, os melhores ventos daqui para a frente!
Até uma próxima!" - *_* Eu que agradeço.

E para aqueles que quando se apaixonam por um livro gostam de te-lo por toda parte, o wallpaper de O Reino de Mira

Espero que tenham gostado. Beijos de La Fleur dy Lis.

3 comentários:

  1. Que entrevista linda ♥
    Parabens Bruna
    e parabéns para o Mateus sucesso pra ele a capa do livro é linda

    ResponderExcluir
  2. Obrigado flor.
    Fico feliz que tenha gostado :)

    ResponderExcluir